CEAT, a partir da data de hoje, 23/12/20, não mais realizará atendimentos de fisioterapia e traumatologia ambulatorial pelo SUS

12/24/2020

06:43:21 PM

Geral


Nota de esclarecimento.

A direção da clínica CEAT, vem a público informar que a partir da data de hoje, 23/12/20, não mais realizará atendimentos de fisioterapia e traumatologia ambulatorial pelo SUS à nossa população. O município vem realizando a municipalização da saúde, situação ao qual nós também somos defensores e favoráveis, pois entendemos que as verbas federais devem estar nas mãos do município, bem como as tomadas de decisão e não nas mãos do estado do RS, onde alguém que sequer conhece nossa cidade vai decidir onde e no que investir, mas não concordamos com o planejamento e execução que é adotado pela atual gestão de saúde municipal.
Pois bem, neste encaminhamento, no dia 04/12/20 a secretária de saúde do Rio Grande do Sul. Sra. Arita Bergman, oficializou a transferência ao município dos serviços de traumatologia ambulatorial, procedimentos e fisioterapia, serviços estes que eram prestados pela CEAT desde 1968 em contrato com a união e o estado, conforme homologações pelo diário oficial, ou seja, a cinquenta e dois anos de forma ininterrupta em nosso município. Por decisão do secretário de saúde, somente a fisioterapia foi ofertada em chamamento público, deixando a cargo da UPA da Santa Casa e do HU os serviços de traumatologia ambulatorial, assim como os procedimentos.
Respeitamos a decisão do sr. secretário Maicon de Barros Lemos e de sua equipe, porém não concordamos com o que entendemos ser um desserviço a população. Quanto ao atendimento ambulatorial, aqueles pequenos acidentes domésticos, de trabalho e até mesmo os esportivos, afastamentos e outros procedimentos como raios-X, agora ficarão a cargo dos já superlotados pronto socorro do HU, da Santa Casa e da UPA, isso tudo agravado pela pandemia, o que restringe ainda mais estes atendimentos. Em relação aos postos, todos sabemos da falta de especialistas e raios-X, bem como a falta de profissionais para procedimentos de imobilização de fraturas e outros acidentes.
De nossa parte, seguiremos com os atendimentos particulares e convênios, porém depois de cinquenta e dois anos de atividades, encerraremos nossas atividades e dispensaremos nossos colaboradores. Quanto à população, lamentamos muito saber que aqueles que dependiam do atendimento gratuito do SUS, ficarão descobertos e sem possibilidades dos mesmos a não ser nos três locais acima referidos. Com todos os nossos problemas e uma tabela do SUS que não é reajustada a mais de uma década, seguíamos atendo nossos pacientes da melhor forma possível. Anteriormente a pandemia, chegávamos a marca de quinze mil atendimentos mensais, hoje, mesmo com todos os protocolos que exigem restrições, atendemos em média sete mil pessoas mensalmente.
Lamentamos dar a população riograndina esta noticia as vésperas do natal, nos solidarizamos com aqueles que de hoje em diante ficarão sem atendimentos ou que terão seus acessos dificultados pela falta de prestação de serviços que o município não consegue oferecer e não se preparou para oferecer, bem como as famílias de nossos colaboradores que estarão no meio de um cenário de incertezas, desempregados. Como dissemos anteriormente, respeitamos, mas não concordamos com as decisões de gestão da saúde do município, assim como muitos, repudiamos o desmonte da Santa Casa, da falta de postos 24h e agora do encerramento dos serviços prestados pela CEAT sem ao menos uma alternativa a população que não seja se aglomerar na UPA , Santa Casa ou HU. Também lamentamos não poder mais ofertar aos alunos de fisioterapia da Anhanguera, nossos serviços para estágio obrigatório do curso, com esta parceria a faculdade tinha a certeza de onde efetuar seus estágios e os alunos poderiam de fato aprender, bem como a população poderia dispor de mais profissionais no atendimento universal e gratuito do SUS prestados pela CEAT.
Cabe-nos encerrar dizendo obrigado a todos aqueles que confiaram em nossos serviços durante cinco décadas, agradecer aos nossos funcionários que até o último momento deram o seu melhor e desejar a nossa gente que tenhamos um 2021 com mais esperança e um olhar mais profundo e verdadeiro as carências da população por parte da nova gestão municipal que chega.
Att;
A direção;
Qualquer contato para esclarecimento;
Dr. Alexandre Faria - 99971 1582

Compartilhe